×
Aplicação de vinil adesivo

Vinil Adesivo: Veja a maneira correta de aplicar

Por Day Brasil

7 de November de 2019

A  compra de fita adesiva é uma atividade presente no dia a dia de muitas pessoas, já que ela tem diversas utilidades. O produto pode ser usado para fechar caixas, isolar espaços, sinalizar pisos, entre outros. Como há várias funções, existem também muitos modelos de fita adesiva, como as fitas técnicas utilizadas na indústrias e as fitas mais conhecidas do dia-a-dia.

Apesar de boa parte dos indivíduos acreditarem que independentemente do tipo de fita, ela vai funcionar para todas as situações, isso não é verdade.

Sendo assim, na hora da comprar fita adesiva, é fundamental acertar na escolha para que você consiga atingir o seu objetivo. Para ajudar na sua seleção, mostraremos, neste post, o que é a fita adesiva, e 4 dicas para você escolher o tipo ideal para o seu trabalho. Vamos lá?

 

O que é a fita adesiva?

É um produto formado por 2 componentes: uma superfície base (que não gruda) e uma adesiva. O primeiro componente pode ser feito de diferentes materiais, como polipropileno, polietileno ou papel.

O segundo, geralmente, é criado com PSA (pressure sensitive adhesive), o que em português seria um adesivo sensível à pressão. Ou seja, ele precisa ser pressionado para funcionar.

A base exerce grande influência na maneira de utilização da fita, porque de acordo com o elemento usado na fabricação dela, pode haver certas limitações. Por exemplo, um modelo feito de papel não pode ser colocado onde terá muito contato com a água. Existem diversos tipos de fita adesiva disponíveis no mercado, sendo que umas são mais conhecidas que outras.

A fita crepe é provavelmente uma das mais populares, pois tem várias utilidades no ambiente doméstico, escolar e empresarial. A parte adesiva dela é feita de borracha e algumas de suas principais funções são: delimitar paredes, portas e janelas nas pinturas de residências, pregar cartazes, enfeites e encapar materiais na indústria automotiva. Outro modelo bastante utilizado é o isolante.

Como o nome já diz, o seu objetivo é fornecer segurança ao isolar fios elétricos e materiais que conduzem eletricidade. Há ainda as fitas antiderrapantes, multiuso e muitas mais.

 

Como acertar na compra de fita adesiva 

É muito positivo ter uma grande variedade de fitas adesivas, porque dessa maneira elas podem ser utilizadas em diversos casos. Contudo, isso também pode confundir quem está à procura de uma. Por essa razão, veremos agora 4 dicas de como acertar na hora de escolher o seu produto.

 

1 – Pense em qual é o seu objetivo

O primeiro passo antes de decidir a compra de fita adesiva, é pensar no que você deseja fazer com ela. Parece um pouco óbvio, mas não é. Dependendo do trabalho que vai executar, o produto precisa ter características específicas, como ser mais resistente ou versátil. Se você souber quais particularidades procura, será mais fácil fazer a escolha certa.

Uma fita adesiva feita de borracha, por exemplo, é bem flexível e econômica, porém não costuma ser muito firme. Sendo assim, ela tem uma boa adesão no início, mas a adesão diminui com o passar do tempo. Já o adesivo feito de acrílico, ou seja, de plástico, é mais caro, porém, geralmente, é mais resistente. Então, se você quiser um produto que perdure, pagar um valor maior na compra pode valer a pena. Reflita sobre o assunto e veja qual é o melhor custo-benefício para você, de acordo com o seu objetivo.

 

2 – Observe a superfície em que ela será colada

O local em que a fita adesiva comprada será utilizada afeta positiva ou negativamente no desempenho dela. Por isso, é necessário observar a superfície de antemão para se prevenir e não obter um resultado ruim depois de colocá-la. Certos materiais têm fácil adesão ao produto e outros não. Alguns exemplos do primeiro tipo são as porcelanas, plásticos como o policarbonato e metais sem tratamento.

Superfícies feitas de polipropileno e polietileno, frequentemente, não aceitam muito bem a fita. Em determinadas texturas e formatos, a fraca adesão do material pode ser resolvida. Nas áreas rugosas, o mais indicado é aplicar adesivos grossos, para que eles não se rompam e resistam por um bom tempo. Nas superfícies que possuem curvas, recomenda-se também as fitas mais espessas e de melhor desempenho.

Há ainda certos casos em que uma opção para aprimorar a performance do produto, em uma superfície de difícil adesão, é usar o primer. Pesquise bem sobre a sua situação específica e veja se é uma possibilidade bacana para resolvê-la.

 

3 – Avalie a qualidade da fita adesiva 

No momento da compra de fita adesiva, é essencial testar a qualidade dela. Existem alguns exercícios que você pode fazer para saber se ela é boa. Caso queria descobrir como é a coesão dela, basta colá-la em uma superfície e submetê-las a forças contrárias e paralelas. Ou seja, puxe o adesivo e o item para lados opostos e observe a resistência do primeiro.

É interessante avaliar também o tack da fita, ou seja, a rapidez com que a fixação do adesivo acontece, isto é, o quão rápido a fita é colada na superfície desejado quando entra em contato com ele. Para testar essa característica, o processo é um pouco mais elaborado.

É necessário fazer o “Tack Rolling Ball Test”. Nessa verificação, coloca-se uma esfera metálica para rolar sobre a fita e assim quantificar a aderência do produto. A tração e o alongamento podem ser medidos ao esticar o adesivo.

Dessa forma, você verá qual é a força de tracionamento dele até que ele se rompa. Quando a superfície for flexível, é possível saber ainda sobre a adesão do produto. Você deve colocar a fita e o objeto em forças angulares ou oblíquas, de 90º ou 180º para fazer o teste.

 

4 – Analise as condições a que ela será exposta

No momento da compra de fita adesiva não se esqueça de observar as condições a que a fita ficará exposta no ambiente. Como foi dito, uma fita de papel, por exemplo, não pode ser colocada onde entrará em contato com a água.

Da mesma maneira, a temperatura do local e a exposição à luz UV são capazes de influenciar negativamente no desempenho do adesivo. Há uma grande oferta de fitas no mercado e cada uma tem suas particularidades.

Sendo assim, elas funcionam melhor em determinados cenários que em outros. Agora que já sabe quais passos seguir para comprar a sua, consulte nossa linha de fita adesiva completa e escolha o modelo ideal para você.

Day Brasil

Gerente de Marketing Day Brasil

Você também pode gostar...

Escritório novo normal Aplicações de Produto

Barreiras de proteção em policarbonato: Day Brasil prepara seu escritório de São Paulo

por Day Brasil

Day Brasil prepara seu escritório de São Paulo Leia mais >>

proteção escola Aplicações de Produto

Escolas terão que se adequar para proteção de alunos

por Day Brasil

Proteção para alunos e funcionários em escolas Leia mais >>

Curiosidades

Empresa projeta como serão os aviões pós-pandemia

por Day Brasil

Mudanças previstas no "novo normal" de viagens aéreas Leia mais >>

Curiosidades

Motorista de aplicativo desenvolve cabine de proteção

por Day Brasil

Motorista de aplicativo desenvolve cabine de proteção Leia mais >>

Curiosidades

Máscaras alteram foco de pequenas indústrias na pandemia

por Day Brasil

Matéria retirada de "O Estadão de São Paulo" Por Anna Barbosa de 27 de maio de 2020 | 06h02 Leia mais >>

ação social Curiosidades

Ações sociais

por Day Brasil

A Day Brasil está promovendo algumas ações sociais para auxiliar a sociedade e os seus colaboradores neste período de pandemia. Leia mais >>

Precisa de ajuda? Fale conosco

Converse com a nossa equipe de atendimento via Whatsapp.

  • Construção Civil e
    Comunicação Visual

    Das 8h às 12h e das 13h às 17h30 de segunda a sexta-feira.

  • Indústria

    Das 8h às 12h e das 13h às 17h30 de segunda a sexta-feira.

Preencha os campos abaixo com seus dados para que possamos retornar, caso caia a conexão.



Voltar

Preencha os campos abaixo com seus dados para que possamos retornar, caso caia a conexão.



Voltar