×
Policarbonato ou vidro?

Policarbonato ou vidro? Como fazer a melhor escolha

Por Brunno Alves

19 de November de 2019

O policarbonato e o vidro são bastante utilizados na construção civil, principalmente em projetos que precisam de transparência e desejam aproveitar a luz natural. Eles são muito usados, por exemplo, para fazer as coberturas translúcidas de casas e edifícios.

Além de serem utilizados para fazer esse tipo de edificação, os materiais são facilmente encontrados em divisórias internas, janelas, fachadas, passarelas, entre outros. Apesar de serem aplicados diversas vezes na mesma função, os elementos têm propriedades distintas.

Sendo assim, é importante conhecê-las antes de decidir qual elemento utilizar em sua obra. Por isso, a seguir, vamos mostrar quais são as diferenças entre o policarbonato e o vidro. Confira!

 

O que é Policarbonato?

 

Ele é um termoplástico que se tornou conhecido no setor da construção civil por ser um ótimo substituto para o vidro. O policarbonato pode ser encontrado na forma de telha ou chapa, sendo que existe mais de um modelo dessa, como o compacto, o corrugado e o alveolar.

 

Quais as vantagens do policarbonato?

 

Independente do tipo de policarbonato, as principais características dele são: a transparência, maleabilidade e resistência. O grau de transparência do material, que é bem elevado, é muito importante para o setor da construção civil, porque ele permite um grande aproveitamento da luz natural nos projetos.

Além das chapas transparentes, há ainda no mercado as coloridas refletivas. Ambas têm funcionalidades diferentes. A transparente é mais indicada para locais bem abertos, porque como aproveita bem a luz natural, ela transmite a luminosidade e o calor para o ambiente. Já a utilização das refletivas é recomendada em lugares mais fechados, pois elas evitam a transmissão de luz e calor.

A maleabilidade do material possibilita que a curvatura da peça seja feita a frio. Isso dá mais liberdade para o time da criação, que pode inovar na aplicação do material. Ter um elemento resistente é fundamental em praticamente todo tipo de obra e o policarbonato tem a maior resistência entre os seus concorrentes. Ele é 250 vezes mais resistente que o vidro.

Além dessas, ele possui outras particularidades interessantes para o setor da construção, como o tratamento contra raios ultravioleta (UV), que degradam e modificam a cor dos materiais. Ao fazer esse procedimento especial contra os raios, os profissionais garantem que o policarbonato será preservado e terá uma durabilidade maior.

Ele é ainda um elemento leve, portanto, o valor da obra fica mais barato com ele, já que as estruturas menos fortes e mais baratas são capazes de sustentá-lo. O custo da obra também é menor, pois o preço do policarbonato costuma ser inferior ao de seus concorrentes.

A segurança que ele traz para a obra depois de pronta não pode ser esquecida aqui. O policarbonato é difícil de ser quebrado e não possui a propriedade do estilhaçamento. Então, caso aconteça algum acidente, os residentes ou pedestres estarão mais seguros. Para completar a proteção, ele não propaga chamas.

A manutenção é mais um quesito em que o policarbonato traz vantagens, porque ela é mínima. Dessa maneira, os gastos com a conservação da peça costumam ser bem pequenos.

 

Vidro

 

Feito a partir de uma mistura de areia, calcário, corantes, barrilha e alumina, o vidro é um material bastante conhecido pelo público. Assim como o policarbonato, ele tem uma ótima transparência e aproveita bem a luz natural.

Além disso, o vidro também é interessante para quem precisa de um bom isolamento acústico. Ele reduz consideravelmente os barulhos e ruídos externos para quem está do lado de dentro da construção.

Caso quebrem, os vidros usados em obras, como o laminado e o temperado, são preparados para causar menos estragos. O primeiro, por exemplo, garante que os fragmentos fiquem presos às películas para evitar acidentes. Já o segundo se parte em pedaços que não possuem pontas muito cortantes. Entretanto, o vidro continua sendo mais frágil quando comparado ao policarbonato. Então, as chances de ele se quebrar são maiores.

Como foi dito, o vidro é mais pesado que o policarbonato. Sendo assim, em comparação, o projeto que utiliza esse elemento acaba saindo mais caro, mais caro devido a estrutura. Além disso, o vidro em si já tem um preço mais elevado que o policarbonato.

 

Policarbonato ou vidro? Qual material é melhor?

 

Após analisarmos ambos os elementos, podemos chegar ao nosso veredito: de forma geral, o policarbonato é a melhor opção entre os dois materiais. Ele agrada mais os profissionais, porque é mais versátil e resistente. Essas características fazem com quem ele dê maior liberdade para o projeto e, ainda, bem mais segurança.

Essa, inclusive, é muito maior quando comparamos o policarbonato com o vidro. O primeiro material não propaga chamas e não estilhaça, trazendo proteção para a construção e para os indivíduos que a frequentam.

Não podemos dizer que o mesmo acontece em obras que usam o vidro, pois ele é menos resistente e, quando se quebra, pode se separar em vários pedaços pontiagudos. Além disso, o custo do policarbonato é mais baixo, portanto, o custo-benefício quando esse elemento é utilizado é superior.

Depois de aprender quais são as diferenças entre o policarbonato e o vidro, saiba porque instalar policarbonato alveolar em garagens.

Brunno Alves

Marketing Production - CRM

Você também pode gostar...

fachadas de acm Aplicações de Produto

Fachada de ACM, conheça todas as vantagens

por Brunno Alves

Fachada de ACM, conheça todas as vantagens Leia mais >>

Policarbonato ou vidro? Curiosidades

Policarbonato ou vidro? Como fazer a melhor escolha

por Brunno Alves

O policarbonato e o vidro são bastante utilizados na construção civil Leia mais >>

policarbonato garagem Curiosidades

Cobertura para garagem em policarbonato

por Brunno Alves

Uma garagem sem cobertura pode gerar problemas para o veículo Leia mais >>

fitas adesivas industriais Curiosidades

Fitas adesivas industriais: conheça mais!

por Brunno Alves

Fitas adesivas industriais: conheça mais! Leia mais >>

Mix de peças usinadas Curiosidades

Peças usinadas: entenda como os custos são calculados

por Brunno Alves

Peças usinadas: entenda como os custos são calculados Leia mais >>

fita adesiva para construção Aplicações de Produto

Fita adesiva para construção civil

por Brunno Alves

Fitas adesivas para construção Leia mais >>

Precisa de ajuda? Fale conosco

Converse com a nossa equipe de atendimento via Whatsapp.

  • Construção Civil e
    Comunicação Visual

    Das 8h às 12h e das 13h às 17h30 de segunda a sexta-feira.

  • Indústria

    Das 8h às 12h e das 13h às 17h30 de segunda a sexta-feira.

Preencha os campos abaixo com seus dados para que possamos retornar, caso caia a conexão.



Voltar

Preencha os campos abaixo com seus dados para que possamos retornar, caso caia a conexão.



Voltar